Santo Expedito

Santo Expedito

 

Santo Expedito é um dos santos mais populares do Brasil. Por recusar-se a adiar sua conversão, Santo Expedito é considerado o Santo das causas urgentes e de difícil solução. Comandante de uma Legião Romana e tocado pela graça de Deus, resolveu convertesse ao cristianismo. Conheça aqui sobre a história desse Santo tão importante que podemos recorrer!

 

A História de Santo Expedito


Assim como outros Santos da antiguidade (como São Cristóvão e São Jorge), a história de Santo Expedito tem muito como base o conhecimento popular, passado de geração para geração. Também tem como base os estudos históricos e teológicos. Muito do que conhecemos de sua história é, portanto, incerta.

Santo Expedito viveu durante o século IV em Melitene, na Armênia, sendo parte do grupo dos mártires de Melitene. Sua data de nascimento é desconhecida. Foi um militar romano e teria comandado a 12ª Legião Romana, cujo nome era conhecido como "Fulminata", em uma época marcada por perseguições aos cristãos, promovidas pelo imperador romano Deocleciano. Ele comandava em efetivo de mais de 6.800 soldados, responsáveis por defender o império dos bárbaros no oriente.

 

A Conversão de Santo Expedito e o episódio do Corvo


Por ser um comandante militar, ele tinha acesso a uma vida de mais prazer e privilégios. Naquela época eram muitos os soldados que se converteram ao cristianismo. Também era forte a influência de mártires, como Polieucto de Melitene. Santo Expedito destacou-se por suas virtudes de cristão: de liderança, senso de dever, à ordem e disciplina.

Devido ao episódio de sua conversão, atribuímos a ele ser o Santo das causas urgente e de difícil solução. Conta que um espírito maligno apareceu para tentar ele, em forma de corvo, grasnando:

 

"Crás! Crás! Crás!",

 

que em latim significa "Amanhã! Amanhã! Amanhã!"

Santo Expedito se recusou a postergar a sua conversão, pisoteando o corvo. O esmagou gritando:

 

"Hodie",

  

que quer dizer "Hoje!"

A fortaleza de Santo Expedito no episódio de sua conversão nos demonstra a disposição de uma atitude imediata que devemos ter com relação a nossa Fé.

 

O Martírio


O imperador Diocleciano promoveu perseguições sangrentas aos cristãos. Santo Expedito não negava sua fé e buscava defender os cristãos. Ele teria sido condenado por se recusar a adorar deuses pagãos. Foi martirizado mediante decapitação por espada no dia 19 de abril de 303, junto com outros cristãos, então denominados Mártires de Melitene.

 

Devoção, Milagre e Santuário


Atualmente existem paróquias de Santo Expedito em todo o mundo, sendo padroeiro de várias cidades. No Brasil, onde sua popularidade cresceu muito nos anos 1980. Temos aqui dois municípios com nomes em sua homenagem: Santo Expedito no estado de São Paulo, e Santo Expedito do Sul no Rio Grande do Sul.

A cidade de Santo Expedito, parte da diocese de Presidente Prudente, no interior de São Paulo tem sua história associada a um milagre desse Santo. Por volta do ano de 1940, Arnóbio Guimarães Tenório e sua família foram do Maranhão a São Paulo em busca de trabalho e moradia, trazendo uma imagem de Santo Expedito. Ele prometeu que se conseguisse essa graça, construiria uma capela em devoção a Santo Expedito para abrigar a imagem. Assim, por alcançar graça milagrosa, iniciou a construção do que denominada Capelinha da Vila Braga, que logo se tornou Capelinha de Santo Expedito.

Dessa Capelinha, a cidade, emancipada em 1958, está sendo construído em grande santuário em sua homenagem. A cidade recebe por volta de 60 mil fiéis todos os anos na festa de Santo Expedito, no dia 19 de abril.

 

Santuário de Santo Expedito


Na cidade de São Paulo, existe a Igreja Santo Expedito - Capelania Militar, considerada uma das igrejas históricas da cidade, na região da Luz.


Invocada para causas urgentes, foi considerado santo protetor de comerciantes, mercadores (devido ao rápido tratamento para os negócios) e marinheiros. Pelo mesmo motivo, também é solicitado por estudantes que farão provas, exames, concursos, bem como pessoas que farão parte de julgamento.

Santo Expedito é considerado um dos Santos Guerreiros (também Santos Militares ou Santos Soldados) junto com São Miguel Arcanjo, São Jorge, São Cristóvão, São Sebastião, São Longuinho, dentre outros. Santo Expedito é considerado protetor de algumas corporações militares, viajantes e daqueles que farão exames para motorista.

Também é facilmente confundido como o Santo das Causas Impossíveis, que na verdade seria Santa Rita e São Judas Tadeu.

 

O Dia da Festa de Santo Expedito


Sua festa litúrgica é comemorada em 19 de abril, dia em que foi martirizado.

 

Simbolismo e Significado de Santo Expedito

 

Capacete de Santo Expedito

 

Sua iconografia mais tradicional é facilmente reconhecida pelos trajes de legionário romano, com armadura, túnica e manto. Ela representa o Santo durante seu episódio com o espírito maligno do corvo. No chão, seu capacete, geralmente próximo a perna esquerda. A perna direita esmaga o corvo junto com a palavra "Crás", representada normalmente em uma flâmula.

 

Crás


Na mão esquerda ele segura uma palma, sempre representada em Santos Mártires. Na mão direita uma cruz com o dizer "Hodie", embora antigamente essa representação fosse feita em um relógio com o mesmo dizer.

 

Hodie

 

O nome Expedito tem, no grego o significado de "o que é engenhoso", embora exista muita discussão sobre a origem do seu nome.

 

“Meu Santo Expedito das Causas Justas e Urgentes. Socorrei-me nesta hora de aflição e desespero, interceda por mim junto ao Nosso Senhor Jesus Cristo."

 

Então para recorrer a Santo Expedito em fronte a difícil situação, que demanda urgente solução, reze suas orações:

 

Oração a Santo Expedito

Novena de Santo Expedito

 

Coleção de Produtos de Santo Expedito